Ilumina Minha Mãe – Comentários sobre trechos da música


A música Ilumina Minha Mãe interpretada pela Marie Gabrielle é muito bonita e inspiradora!!

Aqui eu comento algumas passagens que me inspiram:

Aqui a música completa:

Aqui o local para comprar o CD:

  • Escola do Coração – Fone : 11.2594.2433

E a letra:

Ilumina minha mãe esse medo, por favor

Me mostra a liberdade de viver no seu amor

Me leva as profundezas das minhas emoções

Para eu ver com clareza inconscientes negações

Que me deixam dormindo em distorcido prazer

Seguindo distraído tão distante de você

Como vós eu quero ser como a lua clarear

Refletindo a luz do sol para a noite iluminar

Rumo ao oceano nas suas águas brincar

Sua beleza apreciando para a vida celebrar

Óh mãe, óh mãe de Deus

Proteja os filhos seus

Óh mãe, óh mãe de Deus

Perdoe os filhos seus

Deixa a luz brilhar, alvo alvorecer

A vida revelar a verdade do meu ser

Deixa o sol nascer dentro do meu coração

O amor manifestar a mais pura gratidão

Deixa a luz brilhar, alvo alvorecer

A vida revelar a verdade do meu ser

Óh mãe, mãe natureza

Mostrai vossa beleza

Óh mãe, mãe natureza

Lembrai-nos a nossa essência

Interceda junto ao pai levando a minha oração

O pedido é a benção que me trás a aceitação

A vós quero servir, junto a ti quero seguir

Aprendendo a dizer sim para tudo que a de vir.

Óh mãe, óh mãe de Deus

Óh mãe, óh minha mãe

: DD

Música do Hemi-sync de presente


O sistema Hemi-sync, ou sincronização hemisférica, é uma das descobertas do Robert Monroe. Foi desenvolvida pelo Instituto Monroe e hoje apresenta uma gama bem diversificada de opções.

Neste link você vai encontrar um CD oferecido gratuitamente pelo Instituto:

clique aqui.

Baixe e experimente!

O uso fica melhor com fones de ouvido e se você estiver deitado.

Não se preocupe se não entender o áudio que está em inglês.

Relaxe e aproveite.

: D

 

 

Manifestar


Manifestar, criar, materializar, co-criar, são alguns dos termos que ouvimos bastante nos últimos tempos. Filmes como O Segredo, técnicas de PNL, afirmações, meditações, são algumas das técnicas usadas.

Algumas vezes isto funciona, algumas vezes não.

Mas vamos fazer um breve exercício:

– pare um pouco seu pensamento, respire profundamente algumas vezes, agora siga o que vou escrever abaixo, procure se focar, evite distrações. É rápido e fácil.

1, comece observando seu corpo. Olhe para ele atentamente, observe-o, como você é, o que você tem de belo e de feio, o que você gosta e o que você não gosta, se tem alguma dor, algum problema físico, alguma doença…

Observe, não julgue, não questione.

2. observe suas roupas, os acessórios que você usa, lembre das opções que você tem no seu guarda-roupas;

3. observe o local onde você vive, mora. A casa, o apartamento, o bangalô ou o quarto de pensão…

4. observe seu carro, se você tem um ou não, se é velho ou novo;

5. olhe agora para a sua família, seus entes queridos, sua esposa, sua namorada, seus amigos, seus relacionamentos;

6. observe a sua profissão, ou a falta de uma profissão definida, olhe seu emprego, seu patrão, ou a falta dele, a empresa para qual você trabalha, observe quanto tempo você trabalha, sua remuneração, sua recompensa pela atividade que executa, sua satisfação;

7. lembre-se da sua formação, dos cursos que fez, das faculdades, das universidades que frequentou, ou de tudo o que não fez;

8. observe a sua religião, a sua crença, as coisas que você acredita no âmbito espiritual, religioso, observe coo você manifesta isto no seu dia a dia, com devoção, com fervor ou distraidamente, sem dar muita importância.

Bom, acho que é o suficiente.

Perceba perincipalmente que pedi para você observar, para evitar o julgamento, não pedi para justificar ou buscar saídas e alternativas. Não pedi para pensar no que você poderia ter, ou no que poderia fazer. Isto é muito importante.

Primeira e mais importante conclusão:

– tudo o que você observou é fruto do seu ser, é fruto da sua consciência, da sua vontade. Tudo o que você observou é fruto do que você realmente deseja.

Ou seja, tudo o que você tem na sua vida no presente momento é resultado da sua vida e é responsabilidade única e exclusiva de você mesmo.

Tudo o que está materializado na sua vida é de sua própria responsabilidade.

Não tente justificar usando os argumentos comuns:

  • meu pai não deixou;

  • meu marido não permite;

  • meus filhs não me dão tempo;

  • a sociedade me limitou;

  • não pude estudar;

  • não tinha dinheiro;

  • não sabia, ….

  • etc, etc.

Não há desculpas.

A vida que você tem hoje é fruto de anos e anos de trabalho, de pensar, de querer.

E tudo o que você tem na sua vida hoje, de bom e de ruim, é porque você assim o desejou. É porque você investiu sua energia nisto, é o que você verdadeiramente buscou.

Não tente dar desculpas. Elas verdadeiramente são apenas isto desculpas.

Também não há razão para lamentação, choro ou ranger de dentes. Muito menos para dizer que eu estou equivocado, que eu não sei de nada.

Esta atitude é uma daquelas que você tem usado ao longo da sua vida para criar exatamente o que você tem hoje.

Pergunta:

Luis, você está dizendo que:

– se não tenho dinheiro nem para o ônibus é minha responsabilidade?

Sim.

– se estou desempregado e desesperado é minha responsabilidade?

Sim.

– se não consigo um companheiro e vivo sozinho é minha responsabilidade?

Sim.

– Se estou em um cruzeiro pelas ilhas gregas é minha responsabilidade?

Sim.

– Se estou passeando em um Camaro amarelo é minha responsabilidade?

Sim.

– se estou com câncer é minha responsabilidade?

Sim.

– se não preciso trabalhar e posso viver a vida sem preocupações é minha responsabilidade?

Sim.

Tudo, tudo o de bom e de ruim, que está presente na sua vida hoje é sua responsabilidade?

E eu diria mais….. deu um trabalho imenso para manifestar isto.

Argumentos básicos:

– quem seria louco para desejar ter um câncer?

– quem, em sã consciência, iria manifestar a pobreza e a doença em sua vida?

– quem iria desejar e trabalhar para ter dificuldades ou sofrer?

Resposta:

– todos nós ou qualquer um de nós!

Simples assim.

Tão simples e tão fácil de modificar que preferimos nem pensar no assunto.

Afinal, a desculpa de que deve ter algumas razão obscura e poderosa, muito mais poderosa do que nós, por trás de tudo o que nos ocorre é mais aceitável, é mais conveniente.

O que precisamos tomar consciência é que nem tudo o que pensamos tem realmente algum poder, alguma vontade inserida.

Precisamos atentar para o fato que perdemos tempo desejando tantas coisas sem que façamos qualquer esforço para materializá-las.

Precisamos urgentemente sair deste sono profundo, onde apenas sonhamos, sonhamos e sonhamos coisas.

Precisamos urgentemente saber que há em todos nós, seres humanos, um aspecto consciente e um aspecto inconsciente.

E mais, principalmente que este aspecto inconsciente é muito, mas muito mais poderoso do que imaginamos ou queremos.

Somos racionais… mas somos preguiçosos.

É óbvio, é claro, é racional, que ninguém deseja ficar doente conscientemente. Mas então por que ficamos?

É óbvio, é claro, é racional, que ninguém deseja passar por qualquer tipo de privação ou dificuldade conscientemente.

Mas então por que ficamos?

Resposta:

– porque estamos dormindo, sonhando, presos em um mar de ilusões.

As coisas que estão presentes em nossa vida hoje foram aquelas que realmente desejamos manifestar.

Aceite isto. E comece a buscar agora mesmo uma forma diferente de ser e de pensar que seja capaz de manifestar estas coisas diferentes na sua vida.

Outro ponto importante a ser observado é que nossa vontade é fraca.

Queremos mais, muito mais, gozar o resultado do que fazer aquilo que é necessário para obter o objeto de nosso desejo.

A parcela de nosso ser que está consciente no dia a dia é muito pequena, incapaz de discernir corretamente a respeito de nossa vida.

Quantos de nós queremos um carro novo, uma casa nova, um relacionamento mais prazeroso?

Mas quantos de nós fazem o que precisa para isto se manifestar?

Sem falar que alguns conseguem manifestar e depois não sabem o que fazer. Histórias sobre pessoas que ganharam milhões de reais, fortunas, heranças e que desperdiçaram tudo são inúmeras. História de pessoas que conquistaram algo de muito importante em suas profissões e depois destruíram suas vidas são inúmeras.

Mas então, resumido um pouco, o que fazer para manifestar coisas importantes e diferentes em nossas vidas?

A resposta depende mais de sabermos se queremos realmente algo assim do que em procurar alguma técnica capaz de resolver o problema.

Será que queremos algo diferente em nossas vidas do que aquilo que temos hoje. Por mais que isto seja ruim, doloroso e difícil.

Eu digo que a maioria não quer.

E não há nenhum pessimismo nisto, nenhum viés negativo.

Cada um de nós quer exatamente o que tem hoje me sua vida.

Esta é a experiência que nossa alma verdadeiramente deseja para nós.

Por mais que isto possa ser bom ou ruim.

O nosso aspecto racional pode concordar ou não com isto. Pode se rebelar, se debater, gritar, seja o que for. Principalmente este nosso racional dorminhoco, fraco, frágil….

Não vai mudar nada.

O que fazer para modificar a nossa vida atual.

Depende.

Novamente, você quer mesmo modificar?

Talvez os poucos bravos que estão lendo até este ponto do texto sejam alguns que querem, talvez não, talvez estejam lendo apenas porque começaram, talvez estejam lendo porque querem encontrar motivos e justificativas.

Se já surgiu em sua vida um desejo de buscar algo diferente procure questionar ele. Quão forte é? Quanto de ilusão este desejo carrega? Estou mesmo disposto a iniciar uma jornada de auto-conhecimento? Estou mesmo disposto a sair da minha letargia, do meu sono, da minha zona de conforto.

Não faça nada, absolutamente nada, enquanto não ponderar a respeito destas questões.

Pois pequenas ações darão início a grandes e irreversíveis transformações na sua vida.

Pequenas doses de consciência levarão você por mares nunca dantes navegados, por caminhos jamais sonhados.

As descobertas que você irá empreender vão lhe mostrar com quantas ilusões a sua vida é feita. Perder as ilusões pode ser dolorido, muito dolorido mesmo.

Perder as ilusões pode levar você a um estado de profunda depressão, pode lhe sugar a vontade de viver. Mas ao final vai lhe trazer algo muito importante e inestimável: você mesmo. Real, verdadeiro, feliz.

Se você não se assustou com os argumentos acima questione-se, questione-se bem profundamente, para verificar se você tem realmente consciência do que está pensando.

Este questionamento vai lhe dizer se esta sua iniciativa não é apenas mais uma, não é igual a tantas outras que você tem e que não consegue manifestar em sua vida.

O prêmio final vale a pena. Mas o esforço necessário será tão grande quanto este prêmio.

O mais engraçado de tudo é que este esforço tão grande que falo, esta vontade tão forte que menciono, não são assim tão importantes ou difíceis de se manifestar. O que é realmente complicado é a ilusão da dificuldade.

Mas isto você só vai descobrir quando resolver trilhar este caminho.

Quando resolver acordar.

:-)