Biômetro de Bovis e Limão

O Biômetro de Bovis (pronuncia-se Bovi) é uma ferramenta radiestésica muito útil para medir a energia de diversos objetos de estudo, desde seres humanos até frutas, animais, alimentos e outros objetos que porventura tenham sido carregados com energia.

Biômetro de Bovis

 

Consiste de uma régua graduada em Unidades de Bovis que vai de 0 a 10.000 UB.

Eu tenho uma séria crítica a muitas réguas que estão nos livros e no mercado disponíveis para compra. Originalmente este instrumento consistia de várias réguas com diversas escalas sendo que a primeira, de baixo para cima, era uma régua normal, que usamos no dia a dia para medir objetos, graduada em 30 cm. O detalhe é que a grande maioria das réguas disponíveis no mercado é impressa em uma folha de no máximo 20 cm de comprimento, o que desvirtua a ferramenta original. Muitos argumentam que os 10.000 UB são apenas uma convenção, o que não afetaria o tamanho da régua.

Por discordar disto eu preferi desenvolver no Corel Draw um Biômetro mais próximo do original. E imprimo em uma folha A3, a qual tem o comprimento necessário para comportar os 30 cm originais. Fica uma régua grande, mas muito mais fácil de operar e muito mais fidedigna a original. Eu também optei por retirar o excesso de graduações deixando apenas a escala principal e a régua para comparação.

Segundo as pesquisas de Bovis e Simoneton o valor de 6.500 UB é o mínimo indicado para um ser humano, valores abaixo indicam a possibilidade de se desenvolver uma doença em caso de uma longa exposição, e valores acima indicam a possibilidade de uma ótima saúde.

O Biômetro de Bovis deve ser usado com método. Como toda ferramenta radiestésica. Tomar uma medida ocasional e usá-la como definitiva é um erro que devemos evitar, assim o ideal é efetuar diversas medidas em diversos momentos e anotá-las para posterior análise.

O Uso da régua é muito simples, coloca-se o testemunho no lado esquerdo da régua, dentro do espaço indicado por um quadrado com um lado aberto, e lança-se o pêndulo sobre a área central, permitindo que ele se movimente naturalmente, sem fazer qualquer esforço posterior.

Após alguns segundos pode-se observar a inclinação adquirida pelo pêndulo, para a esquerda ou para a direita, suavemente levamos nossa mão em direção ao pêndulo permitindo que o mesmo se movimente com mais facilidade em direção ao seu objetivo. Quando o mesmo começa a se movimentar em um sentido direto, ou perpendicular, a escala ele vai apresentar a medida de energia do objeto em análise.

Na régua acima temos um exemplo de medidas de energia de um limão que colho no quintal de minha casa. Invariavelmente o valor se situa entre 9.500 e 10.000 UB, ou seja, a fruta está em ótimas condições para consumo, com uma altíssima vitalidade.

Já verifiquei com alguns legumes comprados no mercado:

  • uma cenoura veio com 2.000 UB;
  • uma maçã com 5.000 UB;
  • e uma beterraba com 4.000 UB.

São indicadores de baixa energia dos alimentos, a cenoura eu preferi colocar no lixo pois não iria contribuir com nada na minha alimentação.

A medida que eu for fazendo mais testes postarei aqui no blog.

:>

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s