O Deus de Spinoza

Eu me mantive reativamente distante do trabalho de Baruch Spinoza, ao longo do meu caminho e das minhas incursões por várias áreas do saber. Não foi algo planejado, talvez tenha sido por uma leve implicância com os filósofos, já que eles sempre me pareceram sérios de mais, sisudos demais.

Lembro que na juventude li: O Elogio da Loucura, de Erasmo de Rotterdam, e gostei muito da veia irônica que ele expressa. Mas foi só….

Hoje eu estava pesquisando algumas coisas e me deparei com este texto de Spinoza:

Este é o Deus de Spinosa

Os grifos em negrito são meus. São pontos que tangenciam muito as minhas crenças atuais, não que as reforcem diretamente pois o que ele escreveu o fez há muito tempo, então eu estou apenas adaptando as ideias.

E falando nestes pontos de convergência:

  1. eu acredito que Deus está em tudo, no mundo, no Universo, acredito que Tudo é Deus;
  2. também não creio que exista algo de errado no ser humano, nem quando expressam coisas boas e muito menos quando expressam coisas ruis;
  3. medo, isto é importante, parar de ter medo, não só de Deus mas de tudo o mais, principalmente de nós mesmos;
  4. para que pedir perdão se fazemos exatamente o que queremos, repetidamente e incessantemente;
  5. não há avaliações de nossa vida, não estamos em uma corrida, em um campeonato em uma disputa, não há melhores nem piores, apenas temos experiências diferentes;
  6. o que levamos ao final são estas experiências que tivemos, tanto as boas quanto as ruins, todas são dádivas;
  7. Sentir a gratidão é o mais importante. Ficar falando, gritando, tentando convencer os outros de que somos gratos não adianta muito;
  8. Está tudo dentro de nós mesmos. Não adianta procurar fora, no mundo, nas coisas ou nos outros.

Penso também que de uma maneira geral, o Deus a que ele se refere o tempo todo no texto as vezes se personifica nos outros, no chefe, no patrão, no esposo, no ídolo musical, nos mestres e nas divindades, é para que voltamos nossa atenção, nossa vontade e nossa energia. É neles que nos perdemos.

Gostei muito do texto, foi muito inspirador. Acho que vou pesquisar um pouco mais!!!

: -p

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s