2a vivência com o São Pedro

Nesta segunda vivência com o São Pedro a questão da sutileza ficou ainda mais evidente. Tomei o chá por volta das 19 hs fiz algumas poucas atividades e fui dormir.

Tive uma percepção energéticas inicial muito forte!!

O fato marcante ocorreu quando eu bebi o chá, mas só fui perceber, ficar consciente, alguns momentos mais tarde quando aquietei um pouco a minha mente.

Ao tomar o chá me senti invadido por uma onde de energia verde, como se a minha aura fosse sendo preenchida por esta energia. Senti-me revitalizado, energizado. A percepção foi tão intensa que chegou ao corpo físico, na forma de uma saciedade, como se o meu corpo ficasse satisfeito com aquele líquido que descia pela minha garganta e chegava ao meu estômago.

Lembrando agora do momento foi algo realmente intenso e marcante, sinto uma alegria estranha me invadir ao lembrar destes momentos.

A percepção de que eu estava com uma cor verde ao redor do meu corpo permaneceu por algumas horas, depois aos poucos se dissipou.

Logo em seguida a sensação de paz se manifestou ainda mais completa, fiquei estranhamente tranquilo e sereno ao longo do dia. :>

Na manhã seguinte durante uma meditação se manifestou uma vivência muito forte em relação ao meu inconsciente, a minha criança interior. Creio que uma expansão da consciência muito marcante me permitiu observar alguns comportamentos habituais meus sob uma outra perspectiva. Esta observação promoveu uma alteração em algumas crenças e uma consolidação de alguns avanços que eu estava obtendo com a ayahuasca.

Esta percepção confirmou uma questão que eu venho acompanhando há algum tempo referente a energia necessária para manifestar uma mudança de consciência, uma mudança de perspectiva de vida. Tudo requer energia, mas nem sempre estamos conscientes desta necessidade. A falta de consciência implica diretamente uma quantidade de energia insuficiente. Consciência e energia estão intimamente relacionadas.

As vivências com a ayahuasca me ofereceram uma perspectiva diferente de vida, mas eu não conseguia manter esta visão por muito tempo. Aos poucos, usando muito o Reiki, eu estou obtendo esta energia, conseguindo me manter neste estado. Mas é uma caminhada longa!

E desta vez o chá me ofereceu um atalho, pois estas crenças inconscientes estavam me limitando, ainda estão, ainda estou aprendendo a percebê-las.

O interessante é que a percepção veio bem fluída, bem sutil, se instalou em minha mente e comecei a trabalhar com esta perspectiva de forma bem natural. Este estado durou mais ou menos 30 minutos eu creio, mas os resultados ainda estão se manifestando, pois cada vez que eu me conecto com a vivência parece que alguma coisa a mais se liga em mim e se amplia.

A tranquilidade que se manifesta após estas vivências é muito reconfortante. A mente fica mais clara, menos agitada e mais produtiva. Lidar com algumas questões internas fica mais fácil, eu fico mais acessível.

Esta questão da sutileza de atuação do São Pedro me agrada bastante, ao longo do tempo aprendi a cuidar melhor do corpo físico e a evitar qualquer desgaste desnecessário.

Essa gentileza no atuar em nossos corpos energéticos promove também uma redução nas atividades básicas, uma desaceleração no nosso ritmo diário, caso contrário não vamos perceber a atuação do chá. Atua ele vai apenas não estaremos conscientes do que está ocorrendo. E tudo o que ocorre sem consciência não tem muito valor.

:>>

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s