Pêia ou bad trip

Dois termos muito comuns quando se fala em vivências com a ayahuasca são a Pêia e Bad Trip.

Pêia, ou peia, é mais regional e bad trip mais sofisticado, até por usar palavras da língua inglesa, onde a tradução mais literal pode ser viagem ruim!

Bom, independente da escolha os dois termos fazem referências a experiências ruins durante a vivência com o chá.

Tomar o Daime pode trazer repercussões positivas e negativas em vários aspectos do ser: físico, emocional, mental ou espiritual.

Mas falando de bad trip são várias as possibilidades: dor no estômago, dor de cabeça, ânsias, náuseas, tonturas, queda de pressão, pressão alta, diarréia, vômito, neuroses, surtos psicóticos, instabilidade emocional, pitis, ataques de choro, catarses, são tantas que a gente esquece de algumas. :>

Temos pêias bem intensas também envolvendo vivências de morte, ser enterrado vivo, ser assassinado ou torturado.

A queda de pressão também trás algumas pêias complicadas. Você não consegue se manter lúcido e o corpo tende a cair, desfalecer.

Quando a gente enfrenta uma bad trip você fica se perguntando se aquilo foi realmente uma escolha sua. Onde eu estava com a cabeça quando resolvi vir aqui e tomar este maldito chá!!!!!

A pergunta: será que eu vou morrer? é uma constante.

Outra muito comum: isso não acaba mais!!!!!

As vezes a pêia é tão complicada que a vontade é sair correndo do local e se esconder.

Uma bad trip muito comum é a Teoria da Conspiração. Esta é um exemplo muito engraçado depois de acontecer, quando rememoramos, a gente percebe a viagem na qual entrou e como o raciocínio se tornou tendencioso. Mas é uma situação bem ruim, parece que tudo: o local, as pessoas, os objetos, tudo, tudo, foi colocado ali para nos enganar, para fazer a gente acreditar. A qualquer momento vão tentar nos dopar e roubar um rim, vão trazer uma procuração que e vão nos obrigar a assinar transferindo todos os nossos bens para outra pessoa. E não será para ninguém presente, pois isto desperta suspeita. Nem passa pela nossa cabeça que não temos bens!!!!!!!!!

A pêia espiritual também pode ser intensa, de repente somos jogados no Umbral……. e o sofrimento está apenas começando. Velhos inimigos voltam, espíritos negativos nos açoitam, fugimos, corremos e…. não conseguimos sair do lugar!!!

—-

Eu percebo dois aspectos interessantes nestas vivências intensas e caóticas:

  • a primeira é que elas são necessárias. De alguma forma trazemos para a nossa vivência aquela experiência aterrorizante, aquela catarse intensa. Nem sempre conseguimos intuir ou perceber a razão da pêia, mas ela nos oferece uma oportunidade de crescimento muito grande. É Claro que durante o processo não conseguimos concatenar o pensamento, mas depois a ponderação sobre a vivência pode ser muito útil e produtiva;
  • a segunda questão está relacionada com a dose de chá que ingerimos. Uma dose além da nossa capacidade de processar induz geralmente uma pêia bem consistente. Principalmente no aspecto físico, que não deixa de atingir os demais aspectos de nosso ser. Cada um de nós possui um organismo diferente e ele reage de forma também diferente a quantidade de ayahuasca ingerida.

Ao conversar com as pessoas que tomaram ayahuasca cada uma delas terá um bom relato de bad trip para compartilhar, provavelmente mais de um.

Mas eles não são e nem devem ser motivo para se evitar a experiência. Principalmente porque não há uma regra rígida sobre quando vamos ter um bad trip.

Eu passei muito mal na primeira vez. Fruto em boa parte da minha própria inexperiência, coisa que corrigi aos poucos. Ao mesmo tempo eu estava preparado para se algo de ruim acontecesse e então não chegou a me surpreender muito. Mas no momento foi horrível!!!!!

Por isto é importante que após uma vivência ruim destas a gente procure fazer uma avaliação em vários aspectos de nossa vida, buscando melhorar aqueles que se mostram inadequados.

:>

Anúncios

5 comentários sobre “Pêia ou bad trip

  1. Luis,ontem tive a minha primeira experiencia com a AYAHUASCA. Tive a pior sensação d a minha vida e não me reconheci.Gritei,me desesperei,parecia que nunca ia acabar,que não estava acontecendo,parecia que outra pessoa estava falando e fazendo aquilo(ou era eu?).Em muitos momentos eu pensava uma coisa e falava outra.Fiquei com muita vergonha,pq mesmo na sala fechada,eu não parava de falar e gritar,falei coisas muito humilhantes e agora estou com vergonha.Por que deu errado comigo?

    Curtir

  2. Olá Raiza,

    Obrigado pela visita ao Blog.

    E parabéns pela sua vivência!!!

    Principalmente por você ter exposto de forma tão franca, isto é muito importante.
    Não se culpe pelo seu comportamento. Ele foi muito importante. É o que chamamos de catarse, de purificação!!!!
    Houve sim uma purificação muito intensa com você. Coisas reprimidas há muito tempo vieram a tona e deixaram você limpa ao final.
    A ayahuasca te ofereceu um presente!!!!! Estas coisas que você exteriorizou estavam te incomodando, te deixando doente por dentro. Quando você tomou o chá todo o sistema de controle que você usa para reprimir estes sentimentos foram rompidos e os sentimentos puderam aflorar para te purificar.
    Procure se observar mais, pondere a respeito do que aconteceu e verifique o que precisa ser mudado na sua vida para que eles não sejam armazenados de novo. De vagar, com atenção e gentileza consigo mesma!!!
    Agradeça o presente e se prepare para a próxima!!!
    Se quiser conversar mais é só avisar. Tem o meu Face: https://www.facebook.com/lfcramos ou então o e-mail: lfcramos@terra.com.br
    Um beijo.
    :>

    Curtir

  3. Olá !
    Foi a melhor explicação que já li. Participei recentemente de um ritual e consagrei a ayahuasca e passei muito mal.O trabalho todo. E realmente tive plena convicção que era uma conspiração .rs.Que todos estavam ali por minha causa e que tudo tinha sido feito por minha causa. Rídiculo.Porém, tive tbm rompantes de choro, quando sentimentos tão dolorosos vieram á tona.Vomitei muito.Depois da segunda dose, menor que a primeira, a teoria da conspiração se dissipou , mas continuei passando mal.Parecia que eu tinha bebido todas as pingas do mundo.Foi muito intenso e doloroso.Teve um momento que me senti nascendo ao contrario.Quando terminou o trabalho ainda estava mal, zonza, tendo visões.Faz 4 dias, ainda estou meio zonza , aéria.Sinto que ficou inconcluso. Pretendo voltar a participar do ritual no dia 6/05.Volto para contar como foi.Gratidão. Pretendo tomar menos ayahuasca, pois sinto que a dose foi alta demais para mim.

    Curtir

  4. Tive 3 experiências com o chá, nessa terceira foi assustadora, me sinto traumatizada ainda.
    Primeiro tive uma conspiração, de que nada era real ali, que eu tava no nada.QUE DEUS E TUDO RELACIONADO ERA UMA MENTIRA. Fiquei atormentada. Depois, senti que estava sendo reenconstruída, fiz muita limpeza, senti uma fome extrema e pedi comida, só tinha a fruta que eu menos gosto (Melão), e entendi ali que eu precisava ser humilde e quando comi, parecia um bicho que nunca tinha visto comida na minha vida. Depois senti muito frio, muita agitação, eu não via a hora de acabar. E percebi que mesmo passando por isso tudo, tinha alguém me ajudando e me falava pra respirar, que tava tudo bem. Só que por ter passado por tamanha confusão mental, tenho medo de meditar e voltar pra expansão e queria me livrar disso.

    Curtir

  5. Olá Isabella,

    Grato por compartilhar.
    A pêia é uma purificação. Em todos os níveis. E se você passou por ela é porque precisava. É intenso, é um pouco traumático mesmo, mas se estas energias não forem purificadas a gente adoece.

    Não tem como se livrar disto, é preciso se purificar.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s