Quarta vivência – 2a parte

Compartilhando um pouco mais sobre a vivência com a ayahuasca.

Um ponto muito interessante, que identifiquei a partir da segunda experiência, foi a questão da tela mental.

Todos nós temos uma tela mental na qual exibimos diversas imagens que usamos no nosso processo de pensar, raciocinar.

Algumas pessoas relatam dificuldades em processar estas imagens, dificuldades em imaginar, ver algo sendo projetado nela. Enquanto que outras relatam facilidade.

O processamento visual é muito importante no processo de pensar a própria memória visual é exibida nesta tela.

Técnicas variadas de visualização foram criadas para desenvolver esta capacidade.

No Oriente existem algumas escolas Budistas se não me engano onde o processo de visualização é extremamente desenvolvido. Alguns exercícios começam com coisas bem simples como imaginar uma pedra, um Buda, um jardim e vão aos poucos sendo incrementados, com mais e mais elementos sendo adicionados, chegando a um ápice onde a imagem formada é muito complexa.

Hoje em dia esta nova geração que praticamente nasce com um computador nas mãos tem acesso a este tipo de desenvolvimento. Alguns jogos possuem um número imenso de fases, os mapas, nos quais o jogador conhece com uma clareza impressionante a topografia, os caminhos, os monstros e os pontos chaves. O tipo de complexidade destes mapas se assemelha bastante ao exercício Budista.

Abaixo um exemplo com uma pequena parte do mapa do jogo Priston Tale:

Priston

Eu lembro que quando eu jogava este game bastava fechar os olhos e qualquer parte dele vinha a minha mente com todos os detalhes necessários.

Ainda não encontrei na net um exercício sobre a visualização Budista, mas quando encontrar eu posto aqui.

Voltando ao chá!!

Um fato que eu notei é que depois que o DMT começa a atuar no corpo tudo o que aparece na tela mental vem colorido, como eu escrevi no post anterior:

Pensar se transforma em DMT.

Principalmente para mim que tenho muita facilidade com a parte visual do pensamento.

Percebo que ocorre um gasto energético com este processo.

É algo levemente monótono depois de algum tempo, visualizar tudo colorido, como se mandalas preenchessem as imagens que são geradas na tela mental.

O pensamento não para, continuo a raciocinar, tirar conclusões ou ter insights. E fica aquela faixa de cores e formas como um evento paralelo em minha mente.

Não é algo que se possa cancelar, pois o cérebro produz imagens referentes ao pensamento continuamente.

Deixar-se levar por estas imagens é algo bem fácil. Os padrões acabam por tomar conta do pensamento, envolvendo a mente e distraindo, puxando a gente para dentro deles.

Não seguir estes padrões e esta ação do DMT também é bem fácil, embora eles permaneçam em segundo plano na nossa mente.

Depois de algum tempo este efeito desaparece, ou talvez fique mais suave ou sutil.

Os fractais são um bom exemplo disto que estou tentando descrever:

fractais 1

fractais 2

A beleza das imagens é realmente impressionante, as cores são muito vívidas!!

Pode-se perder um longo tempo da vivência apenas na contemplação destes efeitos na nossa mente.

Outro aspecto interessante, que eu já mencionei em um post anterior é que primeiro estes efeitos ocorrem apenas com os olhos fechados, depois mesmo com os olhos abertos pode-se perceber nos objetos do ambiente ao redor o efeito de serem preenchidos com estas imagens.

Apesar de que isto não se repetiu em todas as vivências. Na verdade isto ficou mais evidente na segunda vivência, onde tomamos a ayahuasca mel, que é bem mais concentrada. Na 3a e na 4a o chá estava mais suave e não provocou o mesmo efeito, provavelmente pela baixa concentração de DMT.

A música é outro fator que dispara o processo das imagens e cores. As ondas sonoras e a impressão que elas causam em nosso corpo geram o mesmo efeito. Como a música toca incessantemente durante toda a vivência é complicado evitar o surgimento do efeito.

Seria interessante uma vivência sem música para comparar os acontecimentos. Mas isto é algo que não depende apenas de mim, tendo em vista que é um grupo que participa do ritual com o chá. Assim nem todos podem estar acessíveis para esta opção. Mas confesso que eu gostaria de tentar!!!

Em breve retorno com mais alguns pontos.

:>

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s