Ayahuasca nova vivência – 3

O vômito e a diarreia!!!! Este relato é meio “nojento” hehehehhehe, mas aconteceu e teve um aspecto interessante que preciso comentar.  :<

Pois é, nesta segunda vivência eu vomitei três vezes. Duas ocorreram quase no final da vivência e a última após o término da mesma.

Foi uma experiência muito ruim no aspecto físico. O processo do líquido saindo e gosto que fica na boca é muito ruim.

Creio que eu vomitei um pouco do chá e o suco gástrico que estava sendo usado para a digestão.

O gosto que fica na boca é muito forte, causando um pouco de náuseas, demora a sair, mesmo tomando um pouco de água após.

Mas eu observei duas coisas bem diferentes neste momento da vivência. E elas se intercalaram.

Primeiro eu vomitei uma certa quantidade de material que veio do estômago. Os participantes tinham um saco plástico para estas eventualidades.

Eu estava bem tranquilo, respirando, observando e de repente, não mais do que de repente!!! veio aquela ânsia incontrolável. Mal tive tempo de pegar o saco plástico.

Após a primeira leva eu vomitei novamente. Consegui parar um pouco e respirar.

Mas então ocorreu o outro fato interessante. Veio um novo jato de vômito, mas desta vez a origem, e isto foi muito marcante, veio da cabeça.

Como eu estava meio aturdido pela rapidez do acontecido eu não percebi e nem consigo lembrar se ocorreu fisicamente.

Mas visualmente, mentalmente, o vômito veio da minha cabeça. O primeiro era um jato quente, ácido, ocre. Este era um fluxo contínuo mas sem gosto, sem percepção de líquido ou volume.

Após a primeira sessão de vômito eu me recompus, estabilizei a respiração, e continuei atento.

Quase sem aviso ocorreu novamente o vômito. E ocorreu exatamente da mesma forma que o primeiro. Um vômito físico e outro energético, pelo menos é assim que eu consegui entender o processo.

Desta vez eu consegui realmente observar e não ocorreu a saída física neste fluxo que veio da cabeça.

Estou inclinado a interpretar como uma limpeza energética de ideias e pensamentos que estavam acumulados em minha mente.

Foi algo bem marcante. Principalmente porque ocorreu duas vezes e eu tive a oportunidade de observar bem a segunda vez.

O fluxo veio internamente pela cabeça e inundava a boca e o nariz. Sem qualquer percepção de incomodo físico. Mas muito intenso.

Eu estava lendo em um site, que agora não recordo qual, um xamã comentando que o vômito e a diarreia eram causados pelo excesso na dosagem do chá. Quando eu fui beber o chá eu tomei um gole, depois tomei o segundo gole que foi quase todo o conteúdo da taça que me foi oferecida e ficou um pouco ainda para ser ingerido. Lembro que eu pensei rapidamente que não deveria tomar o restante, mas não houve muito tempo para ponderar sobre isto. Engoli o restante.

Não sei se esta porção final foi a causadora, mas também estou um pouco inclinado a considerar verdadeiro isto.

A diarreia ocorreu no final de uma das etapas. Eu estava sentado ainda e senti a região do intestino se agitar e solicitei ajuda para ir ao banheiro. Foi um processo rápido. Quando voltei o Aleks me sugeriu que eu deitasse. E partir deste instante a minha vivência foi terminando. O efeito do chá foi se reduzindo. Ficando apenas uma sensação ruim no estômago. Foi nesta hora que eu tomei um pouco mais de água, que iria causar o terceiro vômito.

Mais adiante na vivência o pessoal se reuniu para comer e eu não consegui. Preferi ficar deitado. Quase no final eu comi duas bolachas de água e sal, foi só oque consegui ingerir.

Fiquei boa parte do tempo deitado aplicando Reiki no estômago para ver se melhorava aquela sensação ruim. E foi bastante Reiki para equilibrar o físico.

Nesta segunda vez eu consegui me recuperar bem mais rápido do que na primeira, tanto que na manhã seguinte eu consegui comer umas bolachas e algumas frutas.

Persistiu ainda um certo incomodo no estômago até o final da tarde, mas nada demais.

É preciso considerar também que a Ayahuasca que tomamos nesta vivência era muito mais forte do que a da primeira. Assim, creio que houve uma grande evolução física de adaptação ao chá e seus efeitos no corpo. Mas preciso considerar também o trabalho com a respiração que foi fundamental.

:>

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s