On ira – Jean-Jacques Goldman

Falando de música francesa:

Letra e tradução (mal feita!!!!)

On ira -Jean-Jacques Goldman

 

On partira de nuit, l’heure où l’on doute

Que demain revienne encore

Loin des villes soumises, on suivra l’autoroute

Ensuite on perdra tous les nord

 

On laissera nos clés, nos cartes et nos codes

Prisons pour nous retenir

Tous ces gens que l’on voie vivre comme s’ils ignoraient

Qu’un jour il faudra mourir

 

Et qui se font surprendre au soir

 

Oh belle, on ira

On partira toi et moi, où?, je sais pas

Y a que les routes qui sont belles

Et peu importe où elles mènent

Oh belle, on ira, on suivra les étoiles et les chercheurs d’or

Si on en trouve, on cherchera encore

 

On n’échappe à rien pas même à ses fuites

Quand on se pose on est mort

Oh j’ai tant obéi, si peu choisi petite

Et le temps perdu me dévore

 

On prendre les froids, les brûlures en face

On interdira les tiédeurs

Des fumées, des alcools et des calmants cuirasses

Qui nous a volé nos douleurs

La vérité nous fera plus peur

 

Oh belle, on ira

On partira toi et moi, où?, je sais pas

Y a que des routes qui tremblent

Les destinations se ressemblent

Oh belle, tu verras

On suivra les étoiles et les chercheurs d’or

On s’arrêtera jamais dans les ports

 

Belle, on ira

Et l’ombre de nous rattrapera peut-être pas

On ne changera pas le monde

Mais il nous changera pas

Ma belle, tiens mon bras

On sera des milliers dans ce cas, tu verras

Et même si tout est joué d’avance, on ira, on ira

 

Même si tout est joué d’avance

A côté de moi,

Tu sais y a que les routes qui sont belles

Et crois-moi, on partira, tu verras

Si tu me crois, belle

Si tu me crois, belle

Un jour on partira

Si tu me crois, belle

Un jour

 

 

Saímos à noite, quando há dúvida

Voltar de novo amanhã

Fora do tema cidades, seguimos a auto- estrada

Então nós perdemos todo o Norte

 

Deixamos nossas chaves, nossos mapas e nossos códigos

Prisões para nos manter

Todas essas pessoas são a maneira de viver como se eles não sabiam

Um dia ele vai morrer

 

E pego na noite

 

Oh linda, você vai

Saímos eu e você, onde?, Eu não sei

Y que as estradas são bonitas

E não importa onde eles levam

Ah bom, vamos, vamos seguir as estrelas e garimpeiros

Se encontrado, ele vai tentar de novo

 

Nós nem nada escapa à sua fuga

Surge quando se está morto

Oh, eu obedecia como se pequeno

E o tempo perdido me consumirá

 

Tomamos o frio, queimaduras na frente

Nós proibimos o calor

Armadura de álcool, fumo e

sedativos

Quem roubou a nossa dor

A verdade nos fará mais medo

 

Oh linda, você vai

Saímos eu e você, onde?, Eu não sei

Y como estradas agitando

Destinos são semelhantes

Ah bom, você vai ver

Nós seguimos as estrelas e garimpeiros

Nós nunca iremos parar nos portos

 

Linda, você vai

E sombra nos alcança não pode ser

Nós não vamos mudar o mundo

Mas não podemos mudar

Minha linda, como meu braço

Será milhares, neste caso, você vai ver

E mesmo se tudo é predestinado, vamos, vamos

 

Mesmo que tudo está predestinado

Ao meu lado,

Você sabe que que as estradas são bonitas

E, acredite, você sair, você vai ver

Se você acredita em mim, bonito

Se você acredita em mim, bonito

Um dia a gente vai deixar

Se você acredita em mim, bonito

um dia

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s