Oráculos

Creio que todos nós, seres humanos, gostamos de oráculos. Alguns mais, outros menos.

Penso também que os oráculos cumprem duas funções: uma seria a de nos colocar em contato com um futuro, imprevisível, inefável, que não se materializou, que não passa de uma tendência; outra, nos colocar em contato com nosso inconsciente, com aspectos de nossa consciência que normalmente permanecem ocultos.

Ao longo da história humana no planeta os oráculos sempre estiveram presentes, as vezes de forma explícita e as vezes oculta.

Podemos citar o oráculo de Delfos, na Grécia, como um dos mais famosos. Também podemos nos referir ao oráculo como uma pessoa e, neste caso, temos uma enorme variedade de profetisas e profetas ao redor do planeta.

Desde jovem eu sempre gostei muito de consultar oráculos, e como jovem o futuro sempre me atraia e despertava a minha curiosidade. As cartas e os búzios foram as primeiras formas de contato com este futuro. Posteriormente o I Ching e o Tarô.

Ainda tenho o meu primeiro livro sobre o Tarô e ainda uso as cartas que vieram junto com eles, principalmente os Arcanos Maiores.

A minha forma de ver o futuro é como uma tendência, resultado de nossas ações no presente, mas não apenas as ações conscientes, mas um resultado de tudo o que somos. Não acredito em um destino determinado, em um futuro já escrito. Acredito que nosso futuro se modifica constantemente a medida que avançamos em nossa vida.

Mas acredito que algumas ferramentas como o Tarô por exemplo pode abrir perspectivas inconscientes e nos auxiliar a compreender melhor o momento presente, a escolher melhor nosso caminho.

Existem falsos profetas, existem ilusionistas, existem pessoas que se aproveitam do semelhante para auferir lucros e que causam diversos problemas. Mas isso ocorre em todas as áreas do conhecimento humano. Bons e maus profissionais. O bom senso e as referências são as formas de evitar ciladas e aborrecimentos.

Nestes últimos meses tenho me aproximado bastante do Tarô novamente. Comprei alguns livros e algumas cartas. Voltei a experimentar um pouco esta forma de contato comigo mesmo e com minhas tendências de futuro.

Não sei até aonde esta iniciativa vai me levar, mas me sinto tranquilo e feliz com ela.

Por enquanto estou estudando um pouco, abrindo horizontes. Mais tarde talvez comece a ampliar estas atividades. Vamos ver, vamos acompanhar os rumos que isto toma.

:>

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s