Considerações sobre o Sweet Chestnut

Observando o que eu escrevi no post anterior sobre o Sweet Chestnut pude notar um fato interessante: a repetição de palavras como não, dificuldade e problemas. De tantas vezes que escrevi tive que redigir novamente o texto para que não ficasse tão chato de ler. Para quem fica tanto tempo ouvindo as pessoas nas terapias eu creio que tenho reservado pouco tempo para ouvir a mim mesmo!

Entretanto, não é este o foco correto das minhas observações mais recentes. Não posso concluir que o Floral tenha apenas desencadeado uma série de sofrimentos. O que ocorre na verdade é que estes sofrimentos estão vindo à tona para serem curados. Neste ponto entra o Reiki, facilitando o processo que o Floral desencadeou.

Algumas coisas que tenho vivenciado nestes últimos dias estão sendo liberadas, seja em nível físico, emocional ou mental. Apenas não estou conseguindo dimensioná-las corretamente.

O contraponto com as vivências doloridas está na forma como estou encarando e passando por elas. A calmaria que mencionei. Esta calma, esta paz, interior é bem interessante de ser observada. Mesmo que em certos momentos se assemelhe apenas a um distanciamento.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s