Sobre o Mestrado em Reiki

O último estágio do Sistema Usui de Cura Natural é o Mestrado.

Acredito que todo reikiano deve almejar atingir esta etapa.

No Ocidente é costume dividir o nível 3 em duas etapas, o 3A, ou 3 segundo alguns sistemas e mestres, e o 3B, ou 4, também segundo estes mesmos mestres.

A principal razão apontada para esta divisão é a possibilidade de oferecer um novo patamar energético ao reikiano sem que ele assuma a carga de responsabilidade de se tornar um mestre em Reiki. Acredito que alguns mestres mais antigos identificaram esta possibilidade, este limitador, de que se tornar um mestre em Reiki poderia implicar em algo muito complexo.

Penso que a divisão 3A e 3B, ou 3 e 4, é muito interessante. O nível 3A é muito importante, promove mudanças profundas na vida do reikiano e permite uma grande abertura em diversos níveis. O nome Mestre Interior é muito bem escolhido, expressa com exatidão a razão do nível. Demonstra também boa parte do trabalho que o reikiano terá até assumir esta tarefa plenamente, se tornar mestre de si mesmo.

Mas um ponto que me chama muito a atenção diz respeito a responsabilidade do mestre em “ter” que fazer iniciações, como se fosse algo implícito no Mestrado. Eu penso nisto mais como uma possibilidade, como um recurso disponível do que como uma obrigação. Principalmente porque acredito que a questão obrigação é muito limitadora, capaz de dificultar muito a nossa vida.

Assim como temos diversas qualidades, assim como temos diversas formações em tantas áreas de nossa vida que não usamos com tanta regularidade o mestrado em Reiki pode ser considerada mais uma delas.

Talvez os mais rígidos, mais puristas por assim dizer, possam argumentar que ao se tornar mestre devemos iniciar as pessoas. Mas esta não é uma afirmação que eu compartilho.

Lembro que após a minha iniciação no mestrado em Karuna eu estava todo empolgado e comecei a oferecer aos meus iniciados no nível II o Karuna I como um presente. Foi uma breve decepção, não houve nenhum interessado. :< Este fato persistiu por uns seis meses mais ou menos, depois disto os alunos começaram a surgir naturalmente, sem que eu precisasse fazer qualquer esforço por isto.

Observando este fato no momento presente percebo que eu precisei daqueles seis meses para integrar a energia do Karuna, fato que me permitiria fazer as iniciações. Precisei deste tempo para meditar com os símbolos, me adaptar a energia deles, utilizar os mesmos em aplicações e tratamentos.

Este serve para o mestrado em outros sistemas, cada um tem um tempo necessário para se adaptar as energias e poder fazer uso delas. Para alguns é rápido, para outras pessoas demora um pouco mais. Tentar abreviar o processo não é algo recomendável, provavelmente nem é viável. Mas é algo que muitos tentam e acabam por ficar sem saber por que motivo não atingem seus objetivos.

Assim eu volto ao ponto em que considero o mestrado como objetivo final de todos os reikianos. Mesmo que demorem a se sentir aptos a fazer iniciações, mesmo que nunca as façam é importante integrar as energias que estão disponíveis em nosso próprio sistema energético.

Como o Reiki atua em vários níveis, sendo que muitos deles nem temos como reconhecer de forma fácil, ao fazer o mestrado o reikiano abre estas possibilidades em sua vida. Permite que a energia se manifeste através dele para beneficiar outros tantos.

E, se desejar, fazer iniciações estará sempre disponível. É importante contar com o auxílio e a orientação do seu mestre neste momento. O apoio energético, emocional, teórico e prático são fundamentais para vencer certas resistências iniciais.

Como em diversas atividades impomos a nós mesmo certas resistências que precisam ser vencidas. Medo de errar, de prejudica o outro, de assumir responsabilidades, de não ser bom o suficiente, nem capaz ou qualificado estão sempre presentes em nossa mente. Estas limitações precisam ser superadas, não importa o tempo que isto demore.

Mas cada um dentro do seu próprio ritmo, cada um na sua própria velocidade. Sem grandes cobranças nem pressões.

A obrigação sempre prejudica.

O melhor é fazer com alegria, com prazer, com dedicação. Desta forma tudo é bem feito, tudo funciona da forma correta. Estamos em sintonia com o Universo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s