Música francesa inspiradora


Uma música antiga, muito antiga. Eu ouvi pela primeira vez quando tinha 15 anos. Naquela época me impressionou bastante. Eu já gostava do francês na época, mas ao descobrir esta, e mais algumas que vou resgatar, me abriu um mar de possibilidades.

Mas as dificuldades eram grandes, nem dicionário de francês eu tinha, era caro e raro. Depois de muito procurar eu consegui um acessível. Mas traduzir era complicado, algumas expressões não existiam nos dicionários, mas o sentido eu conseguia interpretar.

Ouvir a música e conseguir a letra para ajudar a entender era um prêmio.

Lembro que comprei em uma loja de livros usados um livro do sistema Berlitz. Fantástico, fantástico, muito didático, muito fácil. Tinha uma frase que me serviu de lema por muito tempo:

 – Tudo é fácil com método! Tudo é difícil sem ele.

Ainda devo ter este livro, guardado em algum canto. Anos mais tarde eu conheci o Instituto Berlitz, quando morei em Porto Alegre. Hoje é uma franquia e existe em várias cidades, sendo muito conhecido.

Mas a música é a seguinte: POUR MON ANNIVERSAIRE – Nicolas Peyrac (France) – 1976

E quem quiser ouvir: 

POUR MON ANNIVERSAIRE

Nicolas Peyrac (France) – 1976

Je veux pour mon anniversaire
Au matin de mes quatorze ans
Un jardin grand comme la Terre
Mais sans frontières évidemment
Je ne veux pas d’un Solitaire
Ni d’un Martien qui dit Maman
A la rigueur un petit frère
Pour rigoler de temps en temps

Je veux pour mon anniversaire
Au moins quatorze éléphants blancs
Qui me diront à leur manière
Voilà ton quinzième printemps
Quand je parlais de ces chimères
Qui me faisaient le coeur plus grand
On me demandait de me taire
On n’écoute pas les enfants
Mais voilà, je n’ai pas changé
Le soleil je l’ai vu briller
Quelquefois pleurer
Mais au fond de moi l’espoir renaissait
A chaque printemps
Comme au visage des enfants
S’éveille un sourire
Devant l’avenir
L’avenir…

Je veux pour mon anniversaire
Au matin de mes dix-huit ans
Un amour grand comme la Terre
Mais sans mensonge évidemment
Je ne veux pas la presque femme
Avec des airs d’adolescente
Je veux un amour dont la flamme
Brillera pendant deux mille ans

J’ai eu pour mon anniversaire
Au matin de mes vingt-cinq ans
Un amour grand comme la Terre
Avec des fleurs évidemment
Et j’avais fini par me taire
Elle se taisait depuis longtemps
Et l’enfant qu’elle va me faire
Me chantera dans quarante ans

Tu vois bien, je n’ai pas changé
Le soleil je l’ai vu briller
Quelquefois pleurer
Mais au fond de moi l’espoir renaissait
A chaque printemps
Comme au visage des enfants
S’éveille un sourire
Devant l’avenir
L’avenir..

E a tradução:

No meu aniversário
Peyrac Nicolas (França) – 1976

Eu quero para o meu aniversário
Na manhã dos meus 14 anos
Um jardim tão grande como a Terra
Mas, obviamente, sem fronteiras
Eu não quero um Solitário (jogo)
Ne um marciano que diz mamãe
A rigor um irmãozinho
Para divertir-se de vez em quando

Eu quero para o meu aniversário
Pelo menos quatorze elefantes brancos
Quem me dirão a sua própria maneira
Aí está sua décima quinta primavera
Quando eu falava dessas quimeras, sonhos
Que me faziam o meu coração maior
Mandavam me calar
Não se escutam as crianças
Mas eis que eu não mudei
O sol eu vi brilhar
Às vezes, chorar
Mas no meu coração a esperança renasceu
A cada
primavera
Como o rosto de crianças
Acorda um sorriso
Sobre o futuro
O futuro …

Eu quero para o meu aniversário
Na manhã dos meus dezoito anos
Um amor tão grande quanto a Terra
Mas, obviamente, sem mentiras
Eu não querouam quase mulher
Com o ar de adolescente
Eu quero um amor cuja chama
Brilhará por dois mil anos

Eu tinha para o meu aniversário
Na manhã dos meus 25 anos
Um amor tão grande quanto a Terra
Com flores, evidentemente
E finalmente eu me calei
Ela ficou em silêncio depois de algum tempo
E a criança que ela vai me fazer
me cantará aos
quarenta anos

Você está bem, eu não mudei
O sol eu vi brilhar
Às vezes, chorar
Mas no meu coração a esperança renasceu
Toda primavera
Como o rosto de crianças
Acorda um sorriso
Sobre o futuro
O futuro …


Música inspiradora


Não são todas as músicas do Nando Reis que eu gosto.

Mas esta em particular é muito inspiradora, quase um hino.

A letra segue abaixo e o podemos ver no Youtube:

 


Mantra

Nando Reis

Composição: Nando Reis e Arnaldo Antunes

Quando não tiver mais nada
Nem chão, nem escada
Escudo ou espada
O seu coração
Acordará!…

Quando estiver com tudo
Lã, cetim, veludo
Espada e escudo
Sua consciência
Adormecerá!…

E acordará no mesmo lugar
Do ar até o arterial
No mesmo lar
No mesmo quintal

Da alma ao corpo material…

Hare Krishna Hare Krishna
Krishna Krishna
Hare Hare

Hare Rama
Hare Rama
Rama Rama
Hare Hare

Quando não se têm mais nada
Não se perde nada
Escudo ou espada
Pode ser o que se for
Livre do temor…

Hare Krishna Hare Krishna
Krishna Krishna
Hare Hare

Hare Rama
Hare Rama
Rama Rama
Hare Hare

Quando se acabou com tudo
Espada e escudo
Forma e conteúdo
Já então agora dá
Para dar amor…

Amor dará e receberá
Do ar, pulmão
Da lágrima, sal
Amor dará e receberá
Da luz, visão
Do tempo espiral…

Amor dará e receberá
Do braço, mão
Da boca, vogal
Amor dará e receberá
Da morte
O seu dia natal…

Aaadeeeus Dooooor…(4x)

Hare Krishna Hare Krishna
Krishna Krishna
Hare Hare

Hare Rama
Hare Rama
Rama Rama

Hare Hare (6x)