Breve relato

Gostaria de compartilhar uma breve experiência que tive hoje, 29 nov, pela manhã.

Estive em um posto do SUS da cidade para uma consulta, a mesma estava marcada para as 9:00 hs da manhã, mas por um equívoco da funcionária a médica não atenderia neste horário. Assim fiquei no aguardo de um outro médico ainda no período da manhã, o que demorou mais ou menos uma hora e trinta minutos.

Este acontecimento foi marcante sob vários aspectos. Diferente de outras oportunidades eu não senti perda de energia nem tive qualquer percepção de assédio espiritual, coisa muito comum de acontecer comigo em outros tempos.

Mesmo com o contra-tempo do horário eu me mantive tranquilo, aceitei de forma tranquila a perda de tempo que teria. Mas fiz mais do que isto. Pedi permissão aos mentores do local, aos amparadores que utilizassem a minha presença para que fosse canalizado todo o Reiki e todo o Magnified Healing que fosse necessário.

Considerei que o tempo que eu passei neste local deveria ter alguma razão, algum motivo. Longe de me sentir de alguma forma especial, mas sim útil.

Fiquei sentado em dois locais, por onde circulava muita gente doente, muitos cuidadores, amigos e familiares. Durante a maior parte do tempo senti fluir o Reiki e o símbolo do Dai Ko Myo foi o mais ativo de todos, justamente o símbolo que atua no envio de Reiki para multidões.

Enquanto estava lá, sentado, enviando Reiki pude também observar de forma tranquila e imparcial o vai e vem dos funcionários atarefados e das pessoas em busca de um auxílio. Muitos me olhavam um pouco entre incomodados e constrangidos quando eu mostrava um sorriso, acho que as pessoas ficam muito introspectivas, muito envolvidas com suas próprias dificuldades e se esquecem até de pequenos momentos de educação e de troca de energia. A pressa de uns e outros, a preocupação, os diálogos rápidos, algumas gentilezas, tudo foi observado neste pouco tempo.

Senti vontade de ir até lá mais vezes. De ficar ali durante algum tempo doando o Reiki e o Magnified Healing, de pedir para que a Kwan Yin se manifestasse e auxiliasse a que precisasse, de colaborar com os mentores do local. Fico pensando se seria bem recebido pelas pessoas! Se iriam me olhar como se olhassem para um ser de outro planeta que não tem mais o que fazer da vida do que se sentar em um banco e ficar ali parado, com um sorriso ocasional, uma breve gentileza. Talvez se mais pessoas fizessem isto talvez o ato não parecesse tão a do normal.

Ao final agradeci a todos os espíritos de luz que estiveram presentes, aos mestres do Reiki, a amada Kwan pela oportunidade de doação.

Foi, verdadeiramente, uma experiência interessante para uma segunda-feira de manhã.

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s