Breve relato


Gostaria de compartilhar uma breve experiência que tive hoje, 29 nov, pela manhã.

Estive em um posto do SUS da cidade para uma consulta, a mesma estava marcada para as 9:00 hs da manhã, mas por um equívoco da funcionária a médica não atenderia neste horário. Assim fiquei no aguardo de um outro médico ainda no período da manhã, o que demorou mais ou menos uma hora e trinta minutos.

Este acontecimento foi marcante sob vários aspectos. Diferente de outras oportunidades eu não senti perda de energia nem tive qualquer percepção de assédio espiritual, coisa muito comum de acontecer comigo em outros tempos.

Mesmo com o contra-tempo do horário eu me mantive tranquilo, aceitei de forma tranquila a perda de tempo que teria. Mas fiz mais do que isto. Pedi permissão aos mentores do local, aos amparadores que utilizassem a minha presença para que fosse canalizado todo o Reiki e todo o Magnified Healing que fosse necessário.

Considerei que o tempo que eu passei neste local deveria ter alguma razão, algum motivo. Longe de me sentir de alguma forma especial, mas sim útil.

Fiquei sentado em dois locais, por onde circulava muita gente doente, muitos cuidadores, amigos e familiares. Durante a maior parte do tempo senti fluir o Reiki e o símbolo do Dai Ko Myo foi o mais ativo de todos, justamente o símbolo que atua no envio de Reiki para multidões.

Enquanto estava lá, sentado, enviando Reiki pude também observar de forma tranquila e imparcial o vai e vem dos funcionários atarefados e das pessoas em busca de um auxílio. Muitos me olhavam um pouco entre incomodados e constrangidos quando eu mostrava um sorriso, acho que as pessoas ficam muito introspectivas, muito envolvidas com suas próprias dificuldades e se esquecem até de pequenos momentos de educação e de troca de energia. A pressa de uns e outros, a preocupação, os diálogos rápidos, algumas gentilezas, tudo foi observado neste pouco tempo.

Senti vontade de ir até lá mais vezes. De ficar ali durante algum tempo doando o Reiki e o Magnified Healing, de pedir para que a Kwan Yin se manifestasse e auxiliasse a que precisasse, de colaborar com os mentores do local. Fico pensando se seria bem recebido pelas pessoas! Se iriam me olhar como se olhassem para um ser de outro planeta que não tem mais o que fazer da vida do que se sentar em um banco e ficar ali parado, com um sorriso ocasional, uma breve gentileza. Talvez se mais pessoas fizessem isto talvez o ato não parecesse tão a do normal.

Ao final agradeci a todos os espíritos de luz que estiveram presentes, aos mestres do Reiki, a amada Kwan pela oportunidade de doação.

Foi, verdadeiramente, uma experiência interessante para uma segunda-feira de manhã.

 

 

 

 

Anúncios

Alta Vitalidade


Outro gráfico muito interessante de ser utilizado e com uma aplicação muito importante é o Alta Vitalidade.


Como o próprio nome já demonstra sua função é atuar sobre a energia física de diversos objetos. Ele aumenta e concentra a energia e pode ser utilizado de várias formas: energizar testemunhos, água, objetos como pedras, jóias, alimentos, remédios.

Existem duas formas de usar este gráfico, a mais simples consiste em colocar o testemunho sobre o gráfico e deixá-lo atuando sobre o mesmo durante as 72 horas em que o testemunho é válido.

Podemos também colocar um pedra e deixá-la energizando por um período de 20-30 minutos e em seguida colocar esta pedra no jardim, para que as plantas do mesmo se beneficiem desta energia revitalizadora.

Outra forma de utilizar o gráfico é com o auxilio do pêndulo. Coloque o pêndulo para girar no sentido horário sobre o testemunho, que estará no centro do gráfico, até que o pêndulo pare o giro. Desta foram o tempo de energização do testemunho ou objeto será reduzido e o mesmo estará pronto mais rapidamente.

 

Um relato interessante sobre este gráfico aconteceu comigo algum tempo atrás.

Eu havia colocado uma pequena pedra, um seixo de rio, sobre o gráfico e o deixei de um dia para o outro. Depois peguei a pequena pedra e coloquei temporariamente sobre o muro do pátio de casa.

Acabei esquecendo e a pedrinha caiu sobre um pequeno canteiro de hortelãs que tenho. Este canteiro está um pouco abandonado, cheio de ervas daninhas e com as hortelãs mal-cuidadas.

Passado alguns dias observei algo diferente no canteiro, mas nem percebi o que poderia ser. Passado mais alguns dias aquela impressão voltou e acabou até por me incomodar um pouco, resolvi observar o que estava me chamando a atenção. Fui olhar o canteiro e observei que as hortelãs estavam muito bonitas, com folhas grandes e muito verdes, poucas ervas daninhas ainda apreciam aqui e ali.

Fiquei pensando no que teria causado a mudança. Observando mais de perto notei na lateral do canteiro a pedra que eu havia energizado e me esquecido. Ela havia caído sobre o canteiro e o estava energizando.

Depois deste pequena experiência involuntária tenho usado com mais convicção o gráfico alta vitalidade.

 

 

 

 

 

 

Diafragma


O próximo passo no uso dos gráficos é o Diafragma, abaixo um exemplo usando um testemunho:


Sua função é a de remover as energias negativas e densas que estejam atuando sobre a pessoa, animal, objeto que referenciamos em nosso testemunho.

Energias negativas afetam o ser humano globalmente, afixando-se mais no aspecto que está em sintonia com a origem das energias, assim pode-se falar em energia negativa física, emocional, mental e espiritual.

Pode-se colocar no gráfico documentos, jóias, colares, relógios e pedras pertencentes a pessoa, isto limpa os objetos. É aconselhável fazer isto a noite, após o dia de uso e de acumulação de energias densas.

Seu uso é bem simples, basta deixar os itens mencionados acima durante 20-30 minutos dentro do gráfico.

 

Gráficos – 3


Bom, passamos pela criação dos testemunhos, depois pelo valorização destes para então agora podermos começar a utilizar alguns recursos básicos da Radiestesia.

Como eu já comentei não há neste começo nenhum pré-requisito, não precisamos conhecer quase nada do assunto muito menos usar o pêndulo. Por enquanto vamos apenas arranhar a superfície da Radiestesia e obter alguns benefícios.

Esta é uma questão importante. Com estes recursos básicos já podemos ajudar a nós mesmos e também pessoas próximas ou conhecidas.

Este pequeno auxílio, esta pequena dedicação foi o que me motivou a escrever este tópico. Este movimento em direção a uma ajuda real e efetiva pode ser chamado de compaixão.

Podemos então definir:

Compaixão (do latim compassione) pode ser descrito como uma compreensão do estado emocional de outrem; não deve ser confundida com empatia. A compaixão frequentemente combina-se a um desejo de aliviar ou minorar o sofrimento de outra pessoa, bem como demonstrar especial gentileza com aqueles que sofrem. A compaixão pode levar alguém a sentir empatia por outra pessoa. A compaixão é frequentemente caracterizada através de ações, na qual uma pessoa agindo com espírito de compaixão busca ajudar aqueles pelos quais se compadece.

A maioria das pessoas do planeta está doente. O planeta está doente.

Doenças físicas são muito perceptíveis, doenças emocionais e mentais são um pouco mais fáceis de se esconder, mas ainda assim podemos perceber e ainda podemos falar em doenças espirituais.

Se começarmos a usar alguns recursos básicos para minorar este sofrimento, para auxiliar de forma anônima as dificuldades de nossos semelhantes estaremos imbuídos do espírito da compaixão e estaremos colaborando para melhorar o planeta inteiro.

Vamos ao trabalho…

 

Duplo Decágono


A utilização de palavras, nomes, como testemunhos levou algum tempo para ser desenvolvida na Radiestesia. Vários estudos foram feitos sobre como impregnar o papel e o lápis com energia suficiente capaz de designar realmente aquilo que estava escrito.

Originariamente esperava-se em média 3 dias para que o testemunho escrito estivesse pronto para ser utilizado, ou seja, um processo lento e demorado.

Por volta de 1946 os irmãos Servranx começaram a estudar e a perceber que pequenos papeis com palavras escritos com nanquim ou grafite tinham o tempo de impregnação reduzido ao serem colocados no interior de um círculo.

Começaram então as pesquisas com várias formas geométricas e com o uso do pêndulo para determinar a que melhor se adaptava a função. Deste estudo emergiu o decágono, forma regular de dez lados.

Inicialmente foi usado um decágono simples e, posteriormente, o duplo decágono. Ilustrados abaixo:

O testemunho é então colocado no interior do decágono por um período de 20-30 minutos, findo o qual poderemos utilizar o testemunho em outros gráficos, que veremos na sequência de posts.


Existem algumas utilidades a mais para o decágono, mas eu prefiro, por enquanto, ficar apenas com esta função básica: impregnar, valorizar testemunhos.

 

 

Sintomas Pré e Pós-iniciação


Antes e depois da iniciação ocorrem uma série de mudanças em nossa vida.

Só o fato de estarmos atentos ao que nos acontece já é digno de referência, pois implica em uma mudança energética.

A energia do Reiki já começa a atuar em nosso sistema energético muito antes de tomarmos consciência deste fato. E isto é uma benção.

Muitos quando marcam uma data para a iniciação já começam a receber do mestre ou do grupo que participam um grande volume de energia Reiki. Aqueles que ficam conscientes das alterações que estão em curso normalmente aproveitam mais, exatamente pelo fato de perceberem.

Os aspectos pré-iniciação são muito variados. Mas podemos citar alguns mais clássicos:

  • aumento do nível de energia;
  • maior motivação;
  • sensibilidade emocional e mental mais ativa;
  • intuições;
  • tranquilidade;
  • muito sono ou falta;
  • muita fome, ou falta;
  • angústia;
  • ansiedade;
  • temores diversos e sem razão aparente;
  • alegria, euforia, contentamento sem razão aparente;
  • ressurgimento de problemas e dificuldades que julgávamos superadas e esquecidas;
  • saudades, de lugares e de pessoas ou animais;

Estes e outros tantos sintomas acompanham os futuros reikianos, mas de uma forma diferente da habitual, a forma de perceber, a intensidade com que vivenciamos, o volume de acontecimentos, praticamente tudo é diferente.

Sobre os aspectos pós. Eles são bem mais fáceis de serem percebidos, pois já temos a energia do Reiki atuando em nosso sistema energético. Isto facilita muito. A percepção de diversos sintomas após a iniciação também é bem clássica, muito presente no nível I, no II já fica um pouco dispersa pois já estamos acostumados com ela e nem chegamos a notar.

Poderíamos citar aqui os mesmo itens acima, além de outros tantos.

Uma das recomendações que sempre faço é “vivenciem o que ocorre” e depois sigam o caminho. Vejamos:

  • sentiu vontade de chorar? Chore;
  • sentiu vontade de dormir? Durma;
  • sentiu vontade de comer muito? Coma;
  • perdeu a vontade dormir? Aproveite e use o tempo e a energia.
  • sentiu vontade de gritar, brigar, xingar, amar, acariciar? Faça!

Mas faça no momento que sentir, não deixe para depois pois vai esquecer, vai perder a oportunidade, o momento.

Mas veja bem!! É um momento. Quinze minutos no máximo, não mais. Depois, depois toque a sua vida e aprenda com o que vivenciou.

Não adianta ficar chorando o dia inteiro, ou reprimindo a vontade chorar. Não adianta ficar com sono o dia todo!

Mesmo que não saiba a causa do sintoma que está se revelando confie na energia do Reiki, faça uma indicação da Alma, peça ajuda aos mestres de Reiki e aos mentores espirituais. Permita que o processo se complete e que você possa seguir adiante. Mais leve, mais feliz.

Não se prenda, não se preocupe, não se cobre muito por tudo o que ocorre. Apenas confie, faz parte do processo de crescimento e esta diretamente ligado ao processo da iniciação.

—-

Mas gostaria de reforçar o ponto principal, comum aos dois eventos, antes e depois da iniciação: o aumento de energia, a alteração no padrão vibratório de nosso ser. Isto é o que determina esta nova forma de perceber as coisas acontecendo. Deixamos de “sofrer” a vida para participar dela. Paramos um pouco de seguir com a corrente.

O aumento de energia nos torna mais conscientes, mais responsáveis. E, se assim o desejarmos, este processo não para mais, só aumenta de intensidade e frequência, contribuindo para a nossa evolução.

Eu citei o Reiki como exemplo mas isso ocorre também em outras iniciações e técnicas, não é uma exclusividade.

Testemunhos


Os testemunhos são a forma encontrada, dentro da radiestesia, para se referenciar um objeto, animal ou pessoa que vai ser tratado, receber a emissão de energia dos gráficos.

Construir e usar um testemunho é muito simples.

Vejamos o exemplo abaixo:



Deve-se utilizar de preferência um lápis ou então uma lapiseira para escrever os dados dentro do testemunho, este exemplo eu fiz diretamente no computador para facilitar a visualização.

Foi colocado o nome completo da pessoa, data de nascimento e local onde mora. Quanto mais dados dispor melhor, mas isto não é uma restrição, pode-se trabalhar apenas com o nome da pessoa e a data de nascimento, ou em último caso somente com o nome. Em caso de um carro: placa, modelo, ano, cor ou fabricante; em uma casa: endereço e cep.

Depois de criado o testemunho precisamos executar uma atividade chamada de valorização, ou seja, carregar o testemunho com uma energia que ressoe efetivamente com a energia do alvo que queremos atingir, pessoa, objeto, animal. Para isto usamos o gráfico abaixo o decágono:


Coloque o testemunho dentro do decágono por um tempo mínimo de 20 minutos ou então use o pêndulo para verificar se o mesmo já foi valorizado.

Testemunhos podem ser utilizados por até 72 horas, quando devem novamente ser colocados no decágono para serem valorizados.

..

Obs.: Todo o material citado neste post está disponível em um arquivo pdf no meu disco virtual.

http://www.4shared.com/dir/9916319/d4007f48/sharing.html

Continuamos em breve.