Reiju

O Reiju é uma ferramenta do Reiki Tradicional Japonês. Era através do Reiju que Mikao Usui efetuava a iniciação dos seus alunos. É um processo muito simples e não utiliza símbolos.

Durante os seminários de formação dos reikianos: Shoden, Okuden e Shipiden, que correspondem aos níveis I, II e III no Sistema Tradicional Japonês, o mestre Usui junto com as técnicas e informações oferecia, durante a técnica do Hatsurei-ho o Reiju. Neste sistema o aluno receberia vários Reijus enquanto completava a sua formação.

Provavelmente não existia um número fixo de Reijus que o aluno recebia, provavelmente deveria ser função da capacidade de desenvolvimento de cada um, até porque a passagem de um nível para o outro não era automática naquela época, o aluno precisava provar para o mestre o seu desenvolvimento. Mas isto é uma suposição minha!!!

No Sistema Ocidental costuma-se oferecer 4 Reijus no nível I, 3 no nível II e 2 no nível I. Esta prática foi adaptada pela mestra Takata para incluir os símbolos e assim o Reiju foi praticamente aposentado no Ocidente. As razões para isto? Existem várias suposições, mas todas baseadas na mentalidade, na forma de pensar do ocidental que é diferente da forma de pensar do oriental, do povo japonês no caso, pois foi do Japão que o Reiki veio.

Utilizar a sintonização com símbolos é melhor ou pior que usar com o Reiju?

Bom, nem melhor nem pior. São processos diferentes.

O ideal é que o mestre em Reiki aprenda as das formas e utilize aquela com a qual se adapta mais. Também é aconselhável ao ter acesso aos dois processos o mestre possa escolher também o que se adapta melhor a determinados alunos.

Um outro impacto diz respeito ao tempo. Aplicar 4 Reijus em uma turma com 5 alunos implica em 20 processos, isto demanda mais tempo do que uma iniciação com símbolos. Assim o tempo total do curso não poderá ser muito reduzido, penso que apenas 1 dia deve ser pouco, pois não permite ao aluno aproveitar totalmente o processo.

Podemos também aproveitar a técnica do Reiju e utilizá-la durante uma terapia ou mesmo durante uma iniciação com os símbolos apenas para que os alunos possam sentir o fluir da energia.

Por último, como resquício da dificuldade de se obter informações precisas sobre o Reiki, como resquício de uma época em que o conhecimento era passado de forma oral e havia muita reserva em se oferecer as informações de forma aberta e completa o Reiju sofre de uma grande falta de informação. Pouco se fala, pouco se comenta sobre o Reiju.

Hoje em dia alguns autores estão buscando no Japão mais informações sobre o mestre Usui e sobre o Reiki, talvez aos poucos este conhecimento se torne público e disponível.

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s